Policial é morto por faca arremessada em ocorrência no Centro de Goiânia

Policial é morto por faca arremessada. Aspirante era lotado na 37ª Companhia Independente da Polícia Militar (Foto: Reprodução)
Policial é morto por faca arremessada. Aspirante era lotado na 37ª Companhia Independente da Polícia Militar (Foto: Reprodução)

Aspirante de Polícia Militar do Estado de Goiás, Renato Montalvão Simões, de 34 anos, foi assassinado na madrugada desta sexta-feira (10), por volta das 3h, no momento em que atendia a uma ocorrência.

O crime aconteceu na Rua 52, no Centro de Goiânia. O policial foi atingido no peito por uma faca lançada por Francisco de Assis Fontes, de 42 anos, e não resistiu.

LEIA MAIS: Quem é responsável pela sujeira do Córrego Cascavel?

Ocorrência

De acordo com informações da Polícia Militar (PM), o aspirante a PM e sua equipe tentavam controlar o suspeito, que teria tido um ataque dentro de casa, derrubando móveis, eletrodomésticos e ameaçando atear fogo em tudo.

Fora de si, Francisco arremessou a faca em direção aos policiais e atingiu Renato. A vítima chegou a ser socorrida pelo Corpo de Bombeiros e foi encaminhado em estado grave ao Hospital dos Acidentados, mas morreu duas horas depois.

PM

A PM lamentou a morte do aspirante por meio de nota e disse que ele “veio a óbito cumprindo com o juramento militar realizado ao ingressar na corporação, qual seja o de garantir a ‘segurança da comunidade, mesmo com o risco da própria vida’”.

O comandante geral da PM, coronel Sívio Benedito, orientou que todos os seus subordinados prestem uma homenagem ao companheiro falecido às 19h, horário de seu sepultamento. “Onde quer que esteja, na viatura ou quartel, desça da viatura, deixe o giroflex ligado e, em reverência ao seu companheiro, preste continência”, determinou o coronel.

Comentários do Facebook