Idosos recebem vacina em Aparecida de Goiânia
Idosos recebem vacina em Aparecida de Goiânia | Foto: Enio Medeiros

Várias cidades de Goiás, como Goiânia, Aparecida, Rio Verde e Anápolis, já estão próximas de vacinarem, pelo menos com a 1ª dose, todas as pessoas com mais de 60 anos.

Com isso, a dúvida que surge é: quem vai ser vacinado após os idosos?

Para responder a essa pergunta, é necessário consultar o Programa Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde.

De acordo com ele, após a imunização dos idosos, os municípios goianos poderão começar a vacinar as pessoas que comprovarem comorbidades.

Além disso, o ministério também decidiu incluir as grávidas e puérperas (mulheres no período pós-parto) no grupo prioritário.

Para elas, não é necessária a comprovação da comorbidade.

Confira as comorbidades incluídas como prioritárias para vacinação contra a covid-19:

  • Diabetes mellitus;
  • Pneumopatias crônicas graves;
  • Hipertensão Arterial Resistente (HAR);
  • Hipertensão arterial estágio 3;
  • Hipertensão arterial estágios 1 e 2 com lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade;
  • Insuficiência cardíaca (IC);
  • Cor-pulmonale e Hipertensão pulmonar;
  • Cardiopatia hipertensiva;
  • Síndromes coronarianas;
  • Valvopatias;
  • Miocardiopatias e Pericardiopatias;
  • Doenças da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas;
  • Arritmias cardíacas ;
  • Cardiopatias congênita no adulto;
  • Próteses valvares e Dispositivos cardíacos implantados;
  • Doença cerebrovascular;
  • Doença renal crônica;
  • Imunossuprimidos;
  • Anemia;
  • Obesidade mórbida;
  • Síndrome de down;
  • Cirrose hepática.

Veja a seguir a lista completa de grupos prioritários na vacinação da covid-19 logo após os idosos de 60 anos:

  • Comorbidades – 17.796.450 pessoas;
  • Pessoas com deficiência permanente – 7.749.058 pessoas;
  • Pessoas em situação de rua – 66.963 pessoas;
  • População privada de liberdade – 753.966 pessoas;
  • Funcionários do sistema de privação de liberdade – 108.949 pessoas;
  • Trabalhadores da educação do ensino básico – 2.707.200 pessoas;
  • Trabalhadores da educação do ensino superior – 719.818 pessoas;
  • Forças de segurança e salvamento – 584.256 pessoas;
  • Forças Armadas – 364.036 pessoas;
  • Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros – 678.264 pessoas;
  • Trabalhadores de transporte metroviário e ferroviário – 73.504 pessoas;
  • Trabalhadores de transporte aéreo – 116.529 pessoas;
  • Trabalhadores de transporte de aquaviário – 41.515 pessoas;
  • Caminhoneiros – 1.241.061 pessoas;
  • Trabalhadores portuários – 111.397 pessoas;
  • Trabalhadores industriais – 5.323.291 pessoas.

Quando vou ser vacinado?

Se você não estiver incluído nesse grupo, pode ser que sua imunização ainda demore um pouco.

Para diminuir essa dúvida, uma ferramenta online utiliza dados oficiais para calcular uma estimativa de quando você será vacinado contra o coronavírus.

Chamado de Quando vou ser vacinado?, o site é montado por voluntários e utiliza informações coletadas diariamente sobre a pandemia para fornecer estimativas sobre a imunização.

Para isso, a plataforma precisa apenas de sua idade e seu estado de residência para calcular a estimativa.

Clique aqui para acessar o site Quando vou ser vacinado?.

Trabalhadores da Educação serão vacinados no fim de maio em Goiás


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook