Reforma política: bastidores do debate (JOGO LIMPO com Rodrigo Czepak)

Rodrigo Jogo Limpo

Quatro horas de duração e muitas dúvidas elucidadas sobre a proposta de reforma política que se encontra em tramitação na Câmara dos Deputados. Esse foi o saldo do seminário realizado na manhã de hoje no auditório Costa Lima da Assembleia Legislativa. Relator do projeto, o deputado federal Marcelo Castro (PMDB-PI) cativou a plateia de 250 pessoas, formada por políticos e representantes de entidades, com uma abordagem objetiva, transparente e recheada de comparações históricas. Confira os detalhes do principal evento político desta semana em Goiás:

Relator do projeto que trata da Reforma Política na Câmara Federal, deputado Marcelo Castro (PMDB-PI) / Foto: Divulgação Assembleia Legislativa
Relator do projeto que trata da Reforma Política na Câmara Federal, deputado Marcelo Castro (PMDB-PI) / Foto: Divulgação Assembleia Legislativa

– Marcelo Castro não poupou citações a celebridades políticas em sua palestra. De Ulysses Guimarães a Dilma Rousseff, passando por Marco Maciel, Fernando Henrique Cardoso, Paulo Maluf, Luiz Inácio Lula da Silva e Michel Temer. Praticamente todos os partidos foram citados com passagens positivas e negativas;

– Organizador do seminário, Daniel Vilela (PMDB) foi prestigiado por cinco colegas da Câmara dos Deputados: Rubens Otoni (PT), Heuler Cruvinel (PSD), Alexandre Baldy (PSDB), Fábio Sousa (PSDB) e Pedro Chaves (PMDB);

– Seis deputados estaduais estiveram presentes: presidente Hélio de Sousa (DEM), Bruno Peixoto (PMDB), José Nelto (PMDB), Simeyson Silveira (PSC), Marlúcio Prereira (PTB) e Lissauer Vieira (PSD), além do suplente Frederico Nascimento (PSD);

– A Câmara de Goiânia foi representada pelos vereadores Carlos Soares (PT), Paulo Magalhães (SDD), Dr. Cristina Ribeiro (PSDB) e Tatiana Lemos (PCdoB). O suplente Joãozinho Guimarães (PRB) também estava nas primeiras filas do auditório;

– Algumas entidades que enviaram representantes para o seminário: Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/GO), União Nacional dos Estudantes (UNE), Universidade Salgado de Oliveira (Universo) e Universidade Federal de Goiás (UFG);

Durante café da manhã aberto à imprensa, participaram os deputados federais Daniel Vilela, Alexandre Baldy (PSDB-GO), Heuler Cruvinel (PSD-GO), Fábio Sousa (PSDB-GO) e Rubens Otoni (PT-GO). Também participaram os deputados estaduais José Nelto (PMDB), Bruno Peixoto (PMDB) e Lissauer Vieira (PSD), além do prefeito de Aparecida de Goiânia, Maguito Vilela, e o controlador-geral do Município de Goiânia, Edilberto de Castro (Foto: Divulgação / Assembleia Legislativa)
Durante café da manhã aberto à imprensa, participaram os deputados federais Daniel Vilela, Alexandre Baldy (PSDB-GO), Heuler Cruvinel (PSD-GO), Fábio Sousa (PSDB-GO) e Rubens Otoni (PT-GO); os deputados estaduais José Nelto (PMDB), Bruno Peixoto (PMDB) e Lissauer Vieira (PSD); além do prefeito de Aparecida de Goiânia, Maguito Vilela, e o controlador-geral do Município de Goiânia, Edilberto de Castro (Foto: Divulgação / Assembleia Legislativa)

–  Prefeito Maguito Vilela (PMDB) comandou comitiva de Aparecida de Goiânia com vereadores, auxiliares e dois pré-candidatos: secretário de Governo Euler Morais e presidente da Câmara Gustavo Mendanha;

– Quatro nomes também chamaram atenção entre os convidados: Jalles Fontoura, prefeito de Goianésia; Gilmar Alves, ex-prefeito de Quirinópolis;  Gilberto Naves e Léo Mendanha, ex-deputados estaduais;

– Além de representar o prefeito de Goiânia Paulo Garcia, o Controlador Geral do Município Edilberto Castro recebeu atenção especial do deputado Marcelo Castro. Ambos nasceram em São Raimundo Nonato (PI) e são primos por parte de pai e de mãe;

– Pedro Chaves chegou atrasado ao evento, mas sua justificativa arrancou aplausos dos presentes. Ele havia participado de reunião em Campos Belos, município da região nordeste localizado a 500 km de Goiânia, e fez questão de prestigiar o debate;

– Sempre polêmico, o vereador Paulo Magalhães foi além dos questionamentos ao relator da reforma política. Fez duras críticas ao comportamento ético da OAB/GO e a deputados que se elegem e depois se licenciam para assumir secretarias. Não citou nomes, porém o recado tinha endereço: Henrique Tibúrcio e Thiago Peixoto.

Comentários do Facebook