Suspeita de ebola só será descartada após segundo exame, diz ministro Chioro

932581-ebola_0992
O ministro da Saúde, Arthur Chioro, e o secretário de Vigilância em Saúde, Jarbas Barbosa, informam que o exame do paciente suspeito de infecção pelo vírus ebola teve resultado negativoElza Fiúza/Agência Brasil

Depois do resultado negativo do primeiro teste feito no paciente com suspeita de ebola no Brasil, o ministro da Saúde, Arthur Chioro, disse que o diagnóstico só será confirmado após um segundo exame, feito a partir de uma amostra de sangue que será coletada 48 horas após a primeira coleta, ou seja: dia 12.

Resultado só na segunda, 13
Assim como no primeiro exame, o material também será enviado para análise laboratorial no Instituto Evandro Chagas, em Belém, e o resultado deve ser divulgado na segunda-feira (13).

“Ainda não podemos considerar como descartado, precisamos esperar o segundo exame negativo para descartar”, disse, em entrevista coletiva. “Ter o primeiro resultado negativo não pode desarticular o conjunto de ações de vigilância. Todo o protocolo continua sendo seguido”, informou.

Isolamento total
Até a confirmação do diagnóstico, o paciente permanecerá em isolamento total no Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, no Rio de Janeiro, onde está internado, e as 64 pessoas que tiveram contato com ele também continuarão sendo monitoradas pelas autoridades de saúde, com medição periódica de temperatura.

Souleymane Bah, de 47 anos, chegou ao Brasil no dia 19 de setembro, vindo da Guiné com escala no Marrocos, e deu entrada na última quinta-feira (9) em uma Unidade de Pronto-Atendimento em Cascavel (PR). Ontem (10), ele foi transferido para o Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, referência nacional para casos de ebola.

Segundo Chioro, o estado de saúde do paciente é estável.

(Agencia Brasil)

Comentários do Facebook