Vanderlan Cardoso | Foto: Altair Tavares/Diário de Goiás
Vanderlan Cardoso | Foto: Altair Tavares/Diário de Goiás

Vanderlan Cardoso (PSD) disse nesta 3ª feira (17) duvidar dos boletins médicos sobre o estado de saúde do adversário na disputa pela Prefeitura de Goiânia, Maguito Vilela (MDB).

Em entrevista à Rádio Sagres, o senador classificou a situação como “farsa”, “mentira” e “estelionato eleitoral”.

“Até quando vão levar essa farsa com relação à saúde dele? Vem essa lorota toda, essa conversa estranha de que ele está bem, mas ele teve que ser intubado de novo. Nós estamos vivendo em Goiás um estelionato eleitoral, estão ludibriando o eleitor”, disse.

Maguito foi intubado novamente no domingo (15), no Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

Internado na unidade desde 27/10, ele foi intubado no dia 30/10, extubado no dia 8/11 e reintubado 1 semana depois por “piora pulmonar”.

“Estão tentando passar que ele está melhorando e a gente sabe que a situação é complicada. No próprio domingo, ele voltou a ser intubado por volta de 10 da manhã e o seu filho Daniel Vilela estava dando entrevista dizendo que ele estava bem. Ontem que o hospital divulgou o boletim que mostra a real situação”, apontou.

Nota de repúdio

Ainda no domingo (15), a campanha de Maguito divulgou uma nota repudiando “jogo sujo” e “boatos” sobre o estado de saúde do candidato.

O texto ainda destacou que a intubação ocorreu para “verificar de forma mais precisa a causa da inflamação dos pulmões”.

A campanha de Vanderlan, por sua vez, cobra “transparência” a respeito da saúde do candidato adversário.

“O eleitor precisa saber a verdade, o que está acontecendo, se está bem, por que foi intubado novamente? [Maguito] não sabe o que eles estão fazendo e a farsa e mentira que estão montando aqui”, finalizou Vanderlan.

O homem disparou: 5 curiosidades sobre Gustavo Mendanha


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook