Empreendimentos de turismo em Goiás podem participar de rodada virtual de negócios

As rodadas virtuais são encontros de negócios que acontecem nos próximos dias 15 e 16 de junho.

Empresas do setor de turismo podem se inscrever, gratuitamente, até dia 4 de junho pelo link bit.ly/RodadaTurism

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae Goiás) em parceria com o Governo de Goiás, por meio da Goiás Turismo, realizam a rodada virtual de negócios para fomentar o turismo em Goiás nos próximos dias 15 e 16/6/21.

A participação é gratuita e as inscrições devem ser feitas até dia 4/6, acessando o link bit.ly/RodadaTurism

O objetivo do encontro empresarial é apresentar e colocar em contato virtual as empresas que querem vender às empresas que querem comprar.

É uma prática que o Sebrae oferece, gratuitamente.

Nesta oportunidade, será para os negócios de turismo e operadoras goiana que querem vender seus serviços e produtos para as agências de turismo de todo o Brasil, gerando negócios de curto, médio e longo prazos.

Trata-se, portanto, de uma oportunidade de fazer networking, troca de informações e gerar negócios para as partes que vão cumprir uma agenda virtual.

Desde o início da pandemia, o Turismo é um dos segmentos mais atingidos pela pandemia do coronavírus.

Pesquisa feita pelo Sebrae sobre os impactos da vacinação na retomada das atividades dos pequenos negócios indica que esse setor só deve voltar ao patamar de faturamento anterior à pandemia em 2022, mesmo que 100% da população já tenha sido vacinada até dezembro desse ano.

Outra pesquisa feita pelo Sebrae em parceria com a fundação Getúlio Vargas (FGV) traz “O impacto da pandemia do coronavírus nos pequenos negócios”, que já em sua 10ª. edição aponta queda de 59% do faturamento do setor de turismo (pág. 14 – link anexo).

Confira a pesquisa completa no link https://www.sebrae.com.br/Sebrae/Portal%20Sebrae/Anexos/pesquisa_impacto-coronavirus-nas-mpe_edicao-10.pd

Um outro estudo do Sebrae para o setor é o “Guia para o turismo em tempos de pandemia” que, segundo dados da Confederação Nacional do Comércio (CNC), na segunda quinzena de março/21, o setor de turismo no Brasil perdeu R$ 11,96 bilhões, o que representa uma queda de 84% no faturamento, se comparado o mesmo período de 2019.

Confira o estudo completo no link https://www.sebrae.com.br/Sebrae/Portal%20Sebrae/UFs/PE/Anexos/GuiaparaoTurismoemTemposdePandemia.pdf

 

Comentários do Facebook