Professores Fernanda Tiraboschi e Kesley Mariano da Silva e estudantes Adriane dos Santos Gonçalves e Carolina Bernardes Pereira | Foto: Divulgação
Professores Fernanda Tiraboschi e Kesley Mariano da Silva e estudantes Adriane dos Santos Gonçalves e Carolina Bernardes Pereira | Foto: Divulgação

A Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência – Regional Goiás (SBPC/GO) premiou professores do Curso de Letras do Centro Universitário Alfredo Nasser, classificados como 1º e 2º lugares na categoria Letras e Linguística na 7ª edição do Prêmio SBPC-GO de Popularização da Ciência – 2020.

O curso é Coordenado pelo Professor Newton Monteiro, que incentiva e estimula o desenvolvimento acadêmico no que envolve o tripé Ensino, Pesquisa e Extensão.

A cerimônia, desta vez, foi on-line, transmitido ao vivo pelo canal da SBPC no YouTube.

O artigo que levou o 1º lugar foi “A Mulher Negra na Narrativa Autobiográfica em ‘Diario de Bitita’ de Carolina Maria de Jesus na Perspectiva da Crítica Literária Feminista”, escrito pela acadêmica Carolina Bernardes Pereira e orientado pela Prof.ª Fernanda Tiraboschi.

Já o 2º lugar ficou com “Como um Conto de Fadas: Uma Relação Dialógica entre o Conto da Cinderela e o Cinema”, escrito pela acadêmica Adriane dos Santos Gonçalves e orientado pelo professor Kesley Mariano da Silva.

Reconhecimento

A cerimônia de premiação do 7º Prêmio SBPC-GO aconteceu durante o durante o IX Fórum da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência.

O Centro Acadêmico Alfredo Nasser foi representado no evento pelo Professor Emídio Brasileiro, Coordenador de Pesquisa da UNIFAN, e professora Márcia Pelá.

Conforme explica a professora Fernanda, “o artigo premiado apresenta uma reflexão sobre a intersecção de raça, gênero e classe social na construção da identidade da mulher negra a partir da obra “Diário de Bitita” de Carolina Maria de Jesu”.

Professor Kesley também apontou que o trabalho premiado em segundo lugar tem a ver com a trajetória formativa e crítica de sua orientanda àquela ocasião.

Graduada em jornalismo e concluindo Licenciatura em Letras, relacionou dialogicamente a arte cinematográfica à obra clássica da Cinderela de Charles Perrault, com base na Literatura Comparada e na Análise do Discurso.

“Ficamos muito felizes com a realização e participação em um evento de valorização e fomento à pesquisa e à ciência”, disse Kesley.

Alunos de medicina da Unifan poderão estagiar na Casa de Eurípedes


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook