Apesar de decisão de afastamento, Luciano de Castro permanece na Comurg

Prefeito disse não saber da decisão judicial de afastar Luciano da Comurg
Prefeito disse não saber da decisão judicial de afastar Luciano da Comurg (Foto: Goiás 247)

Luciano de Castro, presidente da Companhia de Limpeza Urbana do município (Comurg), foi notificado de decisão judicial afastando-o do cargo, na última quarta-feira (9). Apesar disto, ele não saiu da presidência e, ainda, afirmou que estudará sua defesa nesta quinta-feira (10).

Luciano foi denunciado pelo promotor Fernando Krebs. O presidente que permanece no cargo, apesar da decisão de afastamento do juiz Fabiano de Aragão, é acusado de participar de esquema de fraude em licitações e provocar rombo de R$ 23 milhões aos cofres da Comurg. Luciano também é suspeito de contribuir para sucatear a frota da companhia.

Paulo Garcia

O prefeito de Goiânia, Paulo Garcia (PT), disse não ter conhecimento do pedido de afastamento. O prefeito recebe críticas por fingir que nada acontece e manter Luciano no cargo. Além da crise administrativa e financeira, este é outro grande desgaste que Paulo enfrenta.

Comentários do Facebook