Vice-presidente Mourão | Foto: Romero Cunha
Vice-presidente Mourão | Foto: Romero Cunha

O vice-presidente Hamilton Mourão decidiu exonerar o chefe da sua Assessoria Parlamentar, Ricardo Roesch Morato Filho, flagrado em conversas sobre um possível impeachment do presidente Jair Bolsonaro.

De acordo com dados obtidos pelo site O Antagonista, Ricardo trocou mensagens com o chefe de gabinete de um deputado federal [não identificado] sobre o assunto.

Nas mensagens, ele escreveu que teve contato com “assessores de deputados mais próximos”, porque “é bom estarmos preparados”.

Mourão

Após a divulgação, Mourão disse que conversou com o assessor, mas que não acreditou na versão oferecida por ele.

“Ele está negando com o argumento de que o celular foi hackeado, o que para mim não é verdade. Agiu sem meu consentimento e contra minhas determinações. Será exonerado”. resumiu o vice.

Huck cogita desistir de se candidatar a presidente caso substitua Faustão


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook