Joe Biden e Donald Trump | Foto: Reprodução
Joe Biden e Donald Trump | Foto: Reprodução

O presidente dos Estados Unidos Donald Trump sofreu derrotas em Estados estratégicos nas eleições norte-americanas e já acionou sua equipe de advogados para pedir na Justiça a recontagem de votos nos Estados que deram vitória ao democrata Joe Biden.

Um exemplo disso foi o Wisconsin, considerado um dos últimos redutos dos republicanos.

O concorrente do presidente norte-americano já soma 237 delegados contra 213 de Trump.

São necessários 270 deles no colégio eleitoral.

Recontagem

Diante da possibilidade de derrota, o atual ocupante da Casa Branca já pediu a recontagem de votos também em Wisconsin.

Trump tinha falado em nova contagem da votação antes mesmo da confirmação do resultado oficial.

Wisconsin e um dos 6 Estados que formam o chamado ‘Cinturão de ferrugem’. Uma região da ‘velha indústria’, que deu vitória a Trump, confiando na promessa de retomada dos empregos.

Em todo o país já foram apurados mais de 80% dos votos. E, Joe Biden aparece com 50,3% e Trump 48,2%.

Reeleição

Caso as projeções de derrota de Trump se consolidem, ele passará a ser o 5º presidente em 100 anos que não conseguiu permanecer na Casa Branca por 8 anos.

Nesse período, dos 16 presidente norte-americanos, 15 tentaram se reeleger, sendo que 4 deles não tiveram sucesso. Na lista de perdedores estão: George H. W. Bush (1989-1993), Jimmy Carter (1977-1981), Gerald Ford (1974-1977) e Herbert Hoover (1929-1933).

Mas se engana quem pensa que Trump se dará por vencido. O republicado até já se autodeclarou vitorioso, antecipando o resultado oficial, e pretende levar a disputa para a Justiça.

LEIA MAIS: Trump pede que China ‘preste contas pela praga que soltou’


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook