Vacina deve ser distribuída corretamente em todos os Estados, diz Caiado em Brasília | Foto: Reprodução
Vacina deve ser distribuída corretamente em todos os Estados, diz Caiado em Brasília | Foto: Reprodução

Ronaldo Caiado (DEM) criticou o governador João Dória (PSDB) por tentar fazer com que seu Estado saia na frente dos outros na imunização da covid-19.

Ele ainda defendeu o Plano Nacional de Imunização contra a Covid-19 ao chegar para reunião, em Brasília, com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, nesta 3ª feira (8).

Para o governador, a imunização dos brasileiros deve ser tratada como questão de saúde pública e não pode ser transformada numa “corrida maluca, em que cada um pode agir por si”.

“A [vacina] que estiver no mercado, pronta, deve ser distribuída corretamente em todos os Estados, de acordo com os grupos de risco. Não pode ter prioridade para Estado A ou B. Nós não podemos ter estadualização de vacina, ela faz parte de uma política nacional e não abrimos mão”, afirmou o governador.

Distribuição

Na avaliação de Caiado, a distribuição do imunizante deve ser promovida de forma igualitária pelo Ministério da Saúde e de acordo com a população prioritária de cada Estado.

“Por exemplo, Goiás tem 1,8 milhão incluídos as áreas de saúde, segurança pública e o grupo de risco. Esses são os que precisam imediatamente”, afirmou.

O governador ainda enfatizou que essa ação deve ser concentrada no Governo Federa.

“Concentre toda vacina no Ministério da Saúde e distribua de acordo com o grupo de risco, saúde e segurança pública. Essa é a ordem que tem que ser dada. E eu falo como médico”, pontuou.

Goiânia deve seguir modelo de Aparecida em provável 2ª onda


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook