Rodney dispara contra Marconi: 'Choro de quem está devendo'

Ex-governador retornou às manchetes nesse fim de semana após dizer que os 2 primeiros anos do governo Caiado foram "só choradeira, perseguição e nada"

Secretário Rodney e Marconi Períllo
Rodney relembrou que o tucano é acusado de corrupção | Foto: reprodução

O secretário de Segurança Pública de Goiás (SSP-GO), Rodney Miranda, rebateu acusações do ex-governador Marconi Perillo sobre “perseguições” à gestão anterior no Governo de Goiás.

Rodney, aliás, sinalizou que essa pode ser uma tentativa do ex-governador de desviar o foco da verdade.

“O que existem são indícios gravíssimos de cometimento de crime nas gestões que nos antecederam”, revelou.

Ele também garantiu que essas investigações envolvendo o governo tucano “são apuradas juntamente com o Ministério Público e com o Poder Judiciário”.

Outra afirmação de Marconi que Rodney rechaçou foi a de que a redução dos índices de criminalidade, observada em 2019 e 2020, seria consequência das ações do governo passado.

De acordo com o titular da SSP-GO, o atual governo herdou foi uma polícia sucateada, desmotivada e desvalorizada.

CPE Aparecida | Foto: Divulgação / PM-GO
CPE Aparecida | Foto: Divulgação / PM-GO

Como exemplo, mencionou estruturas e equipamentos em más condições, e que agora passam por reformas e melhorias.

O secretário lembrou que o governo tucano foi o responsável por criar a categoria de policiais militares de 3ª classe.

À época, mais de 10% da tropa recebia apenas R$ 1,5 mil por mês, o pior salário do Brasil.

No início da sua gestão, Caiado extinguiu essa classe e promoveu os 1.985 militares.

“Também pegamos promoções atrasadas e outra série de problemas que estamos trabalhando [para solucionar]”, explicou.

Críticas de Marconi

Marconi em evento do PSDB em Trindade no dia 06/12/20
Marconi em evento do PSDB em Trindade no dia 06/12/20 | Foto: Divulgação

O ex-governador retornou às manchetes nesse fim de semana após discursar em evento do presidente regional do PSDB e prefeito de Trindade, Jânio Darrot.

Na ocasião, o tucano afirmou que “nesses 2 anos foi só choradeira, perseguição e nada, nada”.

Marconi chegou a acrescentar que os servidores públicos estão insatisfeitos com o governo de Ronaldo Caiado.

Sobre as falas do ex-governador, Rodney foi sucinto: “Choro de quem está devendo”.

Projeto aumenta salários de vereadores, prefeito e vice em Goiânia


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook