Disputa pelo diretório metropolitano evidencia racha no PMDB. Partido precisa de um presidente neutro, diz Mizair

O vereador Mizair Lemes Júnior não é mais o presidente do diretório metropolitano do PMDB
O vereador Mizair Lemes Júnior não é mais o presidente do diretório metropolitano do PMDB

Após as sucessivas derrotas nas eleições estaduais, o PMDB decidiu fazer uma reformulação, a começar pelos diretórios municipais e metropolitano, que tiveram todos os presidentes destituídos nesta quinta-feira, 18.

Um dos presidentes que perdeu o cargo foi o vereador da capital Mizair Lemes Júnior, que estava na presidência apenas de forma interina, já que o mandato havia acabado no dia 30 de outubro.

Segundo o parlamentar, ele entregaria a presidência do diretório, pois não quer presidir o partido. “Vou ser candidato à reeleição para vereador e se continuasse como presidente eu poderia ser tendencioso”, declarou o peemedebista, que completou. “O partido precisa de um presidente neutro, que não será candidato em 2016. Assim, ele trabalhará exclusivamente pelo PMDB.”

Racha interno continua

Com a vaga aberta para presidir o diretório, já surgem possíveis nomes ao cargo e mais uma vez fica evidente o racha interno no PMDB. O peemedebista e vice-prefeito de Goiânia, Agenor Mariano, é um dos nomes que aparece forte na disputa e já teria uma comissão pronta.

Agenor, que se mantém afastado do prefeito Paulo Garcia, com o objetivo de não ter a imagem comprometida, estaria, segundo integrantes do partido, disposto a enfrentar o pleito de 2016 e tentar a prefeitura da capital. Este seria um dos motivos para tentar presidir o diretório metropolitano.

Marcada inicialmente para março de 2015, a eleição do diretório pode também lançar uma chapa com Iris Rezende, que viabilizaria uma provável candidatura à prefeitura de Goiânia.

Vice-prefeito, Agenor Mariano, quer ser o presidente do diretório metropolitano
Vice-prefeito, Agenor Mariano, quer ser o presidente do diretório metropolitano

Com a situação arranhado por te deixado o Paço Municipal nas mãos de Paulo Garcia para tentar o governo do Estado, Iris, segundo membros do partido, quer o diretório para ajudá-lo a voltar ao poder ou ajudar um candidato apoiado pelo ex-governador.

 

Comentários do Facebook