Os gastos de campanha dos candidatos a prefeito de Aparecida

Confira os dados obtidos em consulta à prestação de contas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nesta 4ª feira (11)

Os candidatos à Prefeitura de Aparecida de Goiânia apresentaram gastos de campanha bem discrepantes até o momento.

Os dados foram obtidos por meio de consulta à prestação de contas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nesta 4ª feira (11).

Enquanto Bruno Felipe, do PSOL, não declarou despesa alguma, Gustavo Mendanha (MDB) já apresentou mais de R$ 700 mil gastos.

Confira as informações para cada um dos candidatos:

Gustavo Mendanha (MDB)

Gustavo Mendanha | Foto: Reprodução
Gustavo Mendanha | Foto: Reprodução

Despesas: R$ 733.084,00

Principal gasto: Impressão de material de campanha

Márcia Caldas (Avante)

Márcia Caldas | Foto: Divulgação/Aciag
Márcia Caldas | Foto: Divulgação/Aciag

Despesas: R$ 78.056

Principal gasto: Produção de programas de rádio, televisão ou vídeo

Bruno Felipe (PSOL)

Bruno Felipe (PSOL) | Foto: Folha Z
Bruno Felipe (PSOL) | Foto: Folha Z

Despesas: Nenhuma despesa declarada

Principal gasto: Não declarado

Limite de gastos de campanha

Segundo determinação da Justiça Eleitoral, cada um deles pode gastar até R$ 5.454.813,71 no 1º turno dessas eleições.

LEIA MAIS: 2016 x 2020: A evolução do patrimônio dos vereadores em Aparecida


Quer receber notícias dos bastidores da política de Aparecida? NOSSO NÚMERO MUDOU!

Você está convidado a fazer parte de um grupo altamente bem informado sobre os rumos da cidade!

Mande uma mensagem para o Whatsapp da Folha Z e se cadastre para ter as matérias especiais da Folha Z direto do seu celular!

É só adicionar o telefone do jornal à sua agenda e mandar o seu nome e a seguinte mensagem: “quero notícias da política de Aparecida”.

Comentários do Facebook