Mendanha sob pressão: PP e Vilmarzin são preocupações para o prefeito

Entenda por que as 2 frentes preocupam o chefe do Executivo de Aparecida

Prefeito Gustavo Mendanha (MDB) | Foto: Folha Z
Prefeito Gustavo Mendanha (MDB) | Foto: Folha Z

O prefeito Gustavo Mendanha (MDB) está sob pressão em Aparecida de Goiânia.

São 2 as frentes que o preocupam: de um lado, o presidente da Câmara Vilmarzin (MDB), que não participa das ações do Executivo; de outro, o grupo do Professor Alcides (PP), que lhe deu um ultimato.

Professor Alcides

A frente ligada ao deputado federal Professor Alcides deu prazo para que Gustavo Mendanha abra espaço para o PP dentro da prefeitura.

Nesse momento, o único representante do partido é Cláudio Everson, no Meio Ambiente.

Já foram várias as tratativas entre os 2 grupos. Na derradeira, os pepistas resolveram que não vão esperar indefinidamente por uma resolução.

Segundo fonte interna do PP, a sigla calculou prazo até o início de junho para que o prefeito abra espaço na gestão.

Do contrário, segundo as informações, o partido chegará à conclusão de que compor a base do prefeito não compensa.

Além disso, os pepistas não querem mais o secretário de Articulação Política Tatá Teixeira como intermediário das negociações.

Isso porque eles estão sob a impressão de que Tatá estaria engavetando as demandas do partido.

Vilmarzin

Outro que não está na melhor das relações com a prefeitura é o presidente da Câmara Vilmarzin Mariano (MDB).

Após se ausentar de todos os dias do Aparecida é Show e do Desfile Cívico que celebrou o aniversário da cidade, ele não apareceu no lançamento e nem no encerramento da 16ª edição do Prefeitura em Ação, na região do setor Serra Dourada.

Questionado sobre a ausência, Gustavo Mendanha disse ao Folha Z que não foi uma surpresa, já que “Vilmar nunca participa de eventos aos fins de semana”.

“Ele tem família em Brasília. Então não é de hoje, já é de praxe. Mas nessa semana ele já esteve no meu gabinete 3 vezes”, disse o prefeito.

Segundo fontes consultadas pela reportagem, porém, as omissões seriam “um recado”.

Partidário da manutenção de Veter Martins na vice de Gustavo, Vilmar estaria em busca de que o prefeito sacramentasse a decisão e blindasse o companheiro de partido do “fogo-amigo”.

Antes de aceitar, Almeidinha disse que não queria ser líder do prefeito


Quer receber notícias dos bastidores da política de Aparecida?

Você está convidado a fazer parte de um grupo altamente bem informado sobre os rumos da cidade!

Mande uma mensagem para o Whatsapp do Folha Z e se cadastre para ter as matérias especiais do Folha Z direto do seu celular!

É só adicionar o telefone do jornal à sua agenda e mandar o seu nome e a seguinte mensagem: “quero notícias da política de Aparecida”.

Comentários do Facebook