Enquanto o candidato a vice-prefeito de Maguito Vilela (MDB), Rogério Cruz (Republicanos), declarou R$ 81,39 de patrimônio à Justiça Eleitoral, o vice de Vanderlan Cardoso (PSD), Wilder Morais (DEM), declarou R$ 32.671.640,72.

Rogério

Rogério Cruz
Rogério Cruz (Republicanos) | Foto: Reprodução

Em sua prestação de contas, Rogério declarou ter apenas uma aplicação de renda fixa na fintech Nubank (R$ 46,75) e saldo em conta corrente da Caixa Econômica Federal (R$ 34,64).

O pastor da Igreja Universal foi questionado pela jornalista Fabiana Pulcineli sobre o baixo valor de bens.

Em resposta, ele afirmou que não tem casa própria (mora de aluguel) e que utiliza os 2 carros disponíveis na Câmara de Goiânia (é vereador).

“Se o político tem muitos bens dizem que está roubando, se tem pouco não acreditam. Eu sou um homem simples, levo uma vida normal. Pra quê vou ter carro, gastar dinheiro, pagar IPVA, tudo isso?”, afirmou.

Wilder

Wilder Morais (PSC) | Foto: Reprodução
Wilder Morais (PSC) | Foto: Reprodução

Wilder, por sua vez, é empresário do ramo da Construção Civil.

Ele também já foi senador e secretário estadual nas gestões de Marconi Perillo e Ronaldo Caiado.

Na sua declaração, constam quotas de participação em diversas empresas, lanchas, avião e uma casa.

Juiz anula votos do Cidadania e vereador perde mandato em Goiânia


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook