Enderson Moreira deixa o comando técnico do Goiás. Veja nomes cotados para substituir

Somando as duas passagens, Enderson tem 178 jogos a frente do time alviverde, são 98 vitórias, 42 empates e 38 derrotas, um aproveitamento de 62,9% / Foto: divulgação
Somando as duas passagens, Enderson tem 178 jogos a frente do time alviverde, são 98 vitórias, 42 empates e 38 derrotas, um aproveitamento de 62,9% / Foto: divulgação

O técnico Enderson Moreira não é mais o treinador do Goiás Esporte Clube. A decisão foi tomada em comum acordo entre as partes na tarde desta quarta-feira, 8. Esta foi a segunda passagem do treinador pelo clube esmeraldino, e durou aproximadamente seis meses, com 27 jogos, com 13 vitórias, sete empates e sete derrotas, aproveitamento de 56,7%. Neste período o Verdão conquistou o título goiano de 2016.

Somando as duas passagens, Enderson tem 178 jogos a frente do time alviverde, são 98 vitórias, 42 empates e 38 derrotas, um aproveitamento de 62,9%. Além do título goiano da atual temporada, o treinador possui também os títulos estaduais de 2012 e 2013 e o Campeonato Brasileiro série B como conquistas comandando o Verdão.

Também deixam o clube

Junto com Enderson Moreira também deixam o clube os profissionais de sua comissão técnica, o auxiliar Luís Fernando Flores, o preparador físico Gerson Rocha e o preparador de goleiros Aílton Serafim.

Na partida da próxima sexta-feira, contra o Oeste, pela oitava rodada do Brasileiro série B, o time esmeraldino será comandado pelo auxiliar-técnico da comissão permanente, Danny Sérgio.

Nomes cotados para substituir Enderson

Fontes internas do time confirmam que alguns nomes já começaram a ser discutidos pela cúpula esmeraldina. Os mais cotados são Fernando Diniz e Gilson Kleina.

LEIA MAIS: Neymar e pai são indiciados por corrupção

Diniz passou a comandar o Oeste na disputa da Série B depois que o time fechou uma parceria com o Audax, pelo qual o treinador conseguiu chegar às finais do Paulistão 2016, fazendo frente ao Corinthians.

Já Kleina está sem clube desde que foi demitido há uma semana do comando do Coritiba. Ele ficou sem clima no time paranense depois da derrota por 4 a 3 para a Chapecoense. Contratado no início do ano, Gilson Kleina comandou o Coxa em 28 partidas: 13 vitórias, cinco empates, 10 derrotas e aproveitamento de 52,4% dos pontos disputados.

Comentários do Facebook