Não deu para os meninos da Serrinha. Santos vence a Copa São Paulo

Sob os olhos de Neymar, Santos vence Goiás com gol de "sósia" do craque e conquista segunda Copinha
Sob os olhos de Neymar, Santos vence Goiás com gol de “sósia” do craque e conquista segunda Copinha

Não deu para os meninos da Serrinha. O Goiás, sensação da Copinha de 2013, não conseguiu o tão sonhado título inédito da competição principal no país para a chamada categoria júnior ou simplesmente sub-20. Ainda assim a torcida esmeraldina comemora as revelações dos garotos Paulo Henrique, goleiro, e do atacante Erick.

A nova geração de talentos do Santos não decepcionou sua maior referência. Sob os olhares de Neymar no Pacaembu, o Santos venceu o Goiás por 3 a 1, na manhã desta sexta-feira, e conquistou seu segundo título da Copa São Paulo de futebol júnior.

A equipe da Baixada já havia vencido o torneio em 1984, ao superar o Corinthians. Ainda chegou à final outras duas vezes, mas perdeu.

Avassalador

O Santos começou avassalador desde os primeiros minutos.  Logo aos 6min, em um erro de saída de bola do Goiás, Giva saiu cara a cara, mas chutou em cima do goleiro Paulo Henrique. Nove minutos depois, Emerson acertou uma bomba e obrigou o arqueiro goiano a mais uma boa defesa.

A equipe da Baixada sufocava o Goiás, e o gol parecia questão de tempo mediante uma verdadeira blitz. E foi. Aos 33min, Emerson driblou Aleff e foi derrubado na área. O árbitro assinalou pênalti, que foi convertido por Pedro Castro.

O ritmo alucinante do Santos fez com que em instantes já saísse o segundo gol. Apenas dois minutos depois de abrir o placar, Neilton avançou pela direita, arrancou até a grande área e bateu na saída de Paulo Henrique, com um leve toque por cima do goleiro: 2 a 0.

“A gente não pode pensar na final e em subir no alambrado .Temos que jogar segundo a segundo com humildade”, falou o técnico Claudinei Oliveira durante o intervalo.

Concentração

Mas a temida falta de concentração parece ter ocorrido. O Goiás voltou mais ligado e descontou logo aos 3min, Arthur recebeu lançamento na direita e tocou na saída do goleiro Gabriel.

E a carruagem santista parecia que ia mesmo virar abóbora em pouco tempo. Quatro minutos depois de diminuir o marcador, o Goiás teve assinalado um pênalti a seu favor depois de Wallace derrubar Erik. Mas Liniker bateu mal, pra fora. A torcida explodiu de alegria.

O Goiás pareceu ter se abatido, e o Santos voltou a crescer até ampliar. Aos 17min, em uma rápida e envolvente troca de passes, Giva apareceu livre na área e tocou no canto direito de Paulo Henrique: 3 a 1.

Depois disso, o ritmo do jogo mudou um pouco. O Goiás tentou se expor mais, mas não era eficaz no ataque. O santos chegou a assustar em alguns contra-ataques, mas não conseguiu ser efetivo. Mas soube administrar o resultado.

Comentários do Facebook