Baleado na perna em um confronto de torcidas organizadas, um adolescente de 15 anos foi internado no Huapa (Hospital de Urgências de Aparecida) com uma fratura no fêmur.

Ele foi uma das vítimas de um ataque ocorrido no domingo (1), no Setor Caraíbas.

De acordo com funcionários do hospital, que preferiram não se identificar, o adolescente é filho de um policial militar.

Momento em que torcedor do Vila Nova é atropelado no Setor Caraíbas | Foto: Leitor / FZ
Momento em que torcedor do Vila Nova é atropelado no Setor Caraíbas | Foto: Leitor / FZ

Torcedor do Vila Nova, ele mesmo teria pedido ajuda na unidade para que seu pai fosse contactado.

A reportagem tenta contato com o Huapa em busca do estado de saúde do adolescente e aguarda retorno.

Prisões

Horas depois da confusão, um grupo de 10 torcedores de uma organizada do Goiás Esporte Clube foi preso no Jardim Buriti Sereno.

Veja no vídeo:

Credit: @Folha Z

Segundo informações da CPE (Companhia de Policiamento Especializado), os suspeitos comemoravam o ataque aos vilanovenses quando foram identificados.

O grupo estava em um imóvel alugado para que os torcedores se reunissem para assistir ao clássico de domingo (1º).

De acordo com a PM, 3 veículos usados no ataque também foram apreendidos, assim como uma arma de fogo.

Briga de torcedores termina com 2 baleados e 1 atropelado em Aparecida


Acompanhe tudo que acontece em Aparecida de Goiânia seguindo a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook