A bebê de 6 meses que foi supostamente espancada pelos pais em Trindade morreu na manhã desta 3ª feira, no Hospital Materno Infantil (HMI), em Goiânia.

A informação foi confirmada pela assessoria da unidade de saúde.

Internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) desde a semana passada, a criança apresentava 12 fraturas e diversas queimaduras pelo corpo.

Segundo laudo divulgado pela Polícia Técnico-Científica, a bebê sofreu espancamentos de forma “repetida e contínua”.

O Conselho Tutelar de Trindade, onde reside a família, informou que o corpo da criança foi levado ao Instituto Médico Legal (IML).

Para liberação do corpo, é necessário que algum parente de 1º grau compareça à unidade, já que os pais estão presos suspeitos dos espancamentos.

Confira na íntegra nota divulgada pelo HMI:

“É com pesar que a direção do Hospital Estadual Materno-Infantil Dr. Jurandir do Nascimento (HMI) informa que a bebê S.S.C.S., de seis meses de vida, veio a óbito na manhã desta terça-feira, 10 de março, às 10h09.

A paciente deu entrada na unidade no dia 5 de março (quinta-feira), por volta das 11h, vítima de espancamento e maus-tratos.

Com o estado de saúde gravíssimo, a bebê estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Pediátrica do HMI.”

Motociclista morre ao colidir em poste na Av. Independência


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook