O ex-empresário de Seu Waldemar, Danilo Nunes, saiu em defesa do humorista no caso em que ele divulgou as partes íntimas de uma mulher no Instagram.

Apesar de ter rescindido o contrato com o artista, Danilo emitiu nota nas redes sociais na manhã desta 3ª feira (8) dizendo que o ex-apresentador “não carrega contra si nenhum processo, seja por desrespeito a mulher ou qualquer outra ordem”.

Confira o posicionamento na íntegra:

“Estou aqui para me posicionar sobre o caso que envolveu o artista da nossa agência, Seu Waldemar!

Ele não carrega contra si nenhum processo, seja por desrespeito a mulher ou qualquer outra ordem, pelo contrário, ele sempre teve muito respeito por elas em seu trabalho nas redes sociais!

Ele errou, claro, isso é fato e reconheço a falha grave! Mas ele fez um post de forma acidental, acredito que ele jamais teria a intenção de expor para prejudicar a moça e a própria carreira, mas errou ao produzir o vídeo! E ele jamais enviou qualquer tipo de vídeo dessa natureza a nenhum de nós, sócios da agência. Não compactuamos com essa atitude!

Em reunião com os sócios da nossa agência, chegou-se a decisão que a melhor escolha foi rescindirmos o contrato de agenciamento, inclusive ouvindo a opinião do Waldemar!

Tenho e vou continuar tendo carinho, respeito e amizade pelo Waldemar, mas sei que ele cometeu um erro, que por sinal já está sendo pago duramente, não sendo meu papel julgar!

Me solidarizo com a moça e sua família que acabaram sendo envolvidas, fica aqui o meu sentimento de respeito e cuidado a todas as mulheres.

Um dia muito triste!”

nota Danilo Nunes Seu Waldemar

Repercussão

Desde a publicação feita na noite deste domingo (06), Seu Waldemar perdeu 5 contratos e mais de 15 mil seguidores nas redes sociais.

O humorista exibiu em seu Instagram um vídeo explícito mostrando uma garota nua e que aparentemente não sabia que era filmada.

O vídeo tem 15 segundos e ficou no ar por cerca de 8 minutos, até ser deletado pela rede social.

LEIA MAIS ➡️ TV Anhanguera interrompe contrato com Seu Waldemar


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook