Jogo Limpo com Rodrigo Czepak – De quem é o Troféu Babilônia?

Jogo Limpo com Rodrigo Czepak

Iris Rezende não gostou da aproximação entre Paulo Garcia e Marconi Perillo (Foto: Reprodução)
Iris Rezende não gostou da aproximação entre Paulo Garcia e Marconi Perillo (Foto: Reprodução)

Alô! Pois não!”

11h05 da manhã desta quarta-feira. O celular do ex-prefeito Iris Rezende toca em seu escritório, localizado na avenida T-9, setor Marista. Ele pede licença a duas lideranças do interior para atender o prefeito de Goiânia Paulo Garcia. Amabilidades à parte, a ligação serviu para a criatura justificar ao criador que o giro com o governador Marconi Perillo pelas obras do Programa Macambira Anicuns e BRT-Eixo Norte Sul tinha sido apenas “uma agenda administrativa, nada mais”.

Apelou, perdeu

Como é do seu feitio, Iris ouviu as ponderações do prefeito e não discordou do conteúdo. Chegou a fazer brincadeira com a proximidade entre Paulo e Marconi. Mas a verdade é que o ex-governador e as bancadas do PMDB na Câmara e na Assembleia acusaram o golpe. Não gostaram da troca de elogios e da sinalização de que novas parcerias estão por vir. E o sinal foi dado em nota à Coluna Giro de que o vice prefeito Agenor Mariano, assim que assumir interinamente, irá levar Iris Rezende para visitar as mesmas obras.

Cada um na sua

Reflexão sobre os desdobramentos do afair Paulo/Marconi: governador repetiu o que mais sabe fazer desde 1999, ou seja, minar a união dos adversários; PMDB recebeu o troco por desdenhar publicamente da frágil administração do PT em Goiânia; e Paulo Garcia, hoje o patinho feio das alianças políticas, mandou recado aos aliados, poucos na verdade, de que sua influência na sucessão pode subir novamente.

Querem briga

Em tempo: o que mais tem incomodado o ex-prefeito Iris Rezende é o atendimento diário a companheiros do PMDB que foram exonerados pelo prefeito Paulo Garcia na última reforma administrativa. Grande parte dos ex-servidores defende rompimento político com o chefe do Paço Municipal.

Mais um na multidão

Um olhar atento na foto do ex-deputado Wagner Guimarães no Palácio Pedro Ludovico Teixeira é suficiente para notar o seu constrangimento diante dos sorrisos de Marconi Perillo, José Eliton, Heuler Cruvinel, Lissauer Vieira, Padre Ferreira e vereadores de Rio Verde. Independente dos motivos e dos cargos, trocar de barco na política (PMDB para PSDB) sempre causa mal estar. E o peso do navio governista vai aumentar ainda mais nos próximos dias com a filiação de dezenas de prefeitos da oposição.

Ruim ou péssimo?

Novela "Babilônia" sofre com a baixa audiência (Foto: Divulgação)
Novela “Babilônia” sofre com a baixa audiência (Foto: Divulgação)

O fiasco de audiência e de conteúdo da novela de Gilberto Braga e Dennis Carvalho tem provocado choro nas estrelas do elenco e serviu como inspiração para a criação do Troféu Babilônia, ou seja, uma referência em ruindade e desorganização. A escolha dos concorrentes no Rio de Janeiro tem provocado polêmica. Confira em Goiás os cotados para receber o Troféu Babilônia:

– Agetop pelo serviço de conservação das rodovias

– AGR pela fiscalização dos ônibus

– Saneago pelos intermináveis reajustes na tarifa

– Amma pela manutenção dos parques da capital

– Governo e Prefeitura de Goiânia pela péssima iluminação nas rodovias e ruas.

Comentários do Facebook