A Secretaria de Saúde de Aparecida de Goiânia confirmou na manhã desta 3ª feira (26) a morte do 2º paciente de Manaus (AM) que recebia tratamento para covid-19 na cidade.

Boletim divulgado às 10h informou que a morte foi atestada às 7h36.

Trata-se de 1 homem de 46 anos.

Ele estava na UTI do Hospital Municipal de Aparecida (Hmap).

Na 2ª feira (25), uma mulher de 58 anos morreu em menos de 12 horas após apresentar piora do quadro clínico.

Segundo a SMS, outros 5 pacientes estão na UTI. Destes, 4 estão em ventilação mecânica e 1 está em respiração espontânea, com uso de máscara facial e sob ventilação não invasiva

Além disso, 7 pacientes estão na enfermaria do HMAP, sendo 3 em uso de oxigênio de baixo fluxo e 4 sem necessidade de oxigênio.

Todos eles  estão isolados dos pacientes locais e sendo tratados por equipes exclusivas.

Leia o boletim completo:

Em relação aos 12 pacientes (7 homens e 5 mulheres) vindos de Manaus na noite de 18 de janeiro e que estão internados no HMAP, a Secretaria Municipal de Saúde de Aparecida de Goiânia (SMS) informa que até as 10h desta terça-feira, 26 de janeiro de 2021:

-5 pacientes estão na UTI. Destes, 4 estão em ventilação mecânica e 1 está em respiração espontânea com uso de máscara facial e sob ventilação não invasiva.

-7 pacientes estão na enfermaria, sendo 3 em uso de oxigênio de baixo fluxo e 4 sem necessidade de oxigênio.

-Houve 2 óbitos dentre os pacientes vindos de Manaus. O primeiro foi na tarde desta segunda-feira, 25 de janeiro: uma mulher de 58 anos que apresentou uma piora do quadro clínico e faleceu em menos de 12 horas após o agravamento. O segundo foi às 7h36 desta terça-feira, 26 de janeiro: um homem de 46 anos que estava na UTI.

-Todos os 12 estão isolados dos pacientes locais e sendo tratados por equipes exclusivas.

-A comunicação dos pacientes vindos de Manaus com seus familiares é feita por videochamadas realizadas nos próprios leitos.

Goiás, Goiânia e Aparecida concordam com Lei Seca para conter vírus


Acompanhe tudo que acontece em Aparecida de Goiânia seguindo a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook