Padrasto é preso suspeito de estuprar enteada no Jd. Maria Inês

PM relatou que a vítima foi imobilizada pelo padrasto e obrigada a praticar relações sexuais quando a mãe saiu para o trabalho. Com o homem, os militares localizaram um frasco de inseticida que ele teria ingerido após praticar o crime

padrasto preso Maria Inês
Padrasto foi preso suspeito de estuprar enteada no Jardim Maria Inês, em Aparecida | Foto: Divulgação/PM

Um homem de 27 anos foi preso no final da manhã deste sábado (21) suspeito de estuprar a enteada, de 17 anos.

O crime aconteceu no Jardim Maria Inês, em Aparecida de Goiânia.

Detido, o suspeito foi levado à Central de Flagrantes da cidade para procedimentos de praxe.

Estupro

Segundo a Polícia Militar (PM), o crime aconteceu por volta das 8h, quando a mãe da adolescente saiu para trabalhar.

Logo em seguida, a polícia disse que a vítima foi imobilizada pelo padrasto e obrigada a praticar relações sexuais com ele.

Acionada, a PM prendeu o suposto autor em sua residência.

Ao lado dele, os militares localizaram um frasco de inseticida que ele teria ingerido após praticar o crime.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada, mas não constatou alterações no quadro de saúde do suspeito.

Vítima e mãe, que soube do estupro pela PM, foram amparadas por uma equipe da polícia.

Caso seja condenado, o padrasto pode pegar de 8 a 15 anos de prisão.

LEIA MAIS ➡️ Aparecida: Jovem com faca assusta funcionários e clientes de pastelaria


Acompanhe tudo que acontece em Aparecida de Goiânia seguindo a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook