Policiais goianos protestam contra concurso que prevê “pior salário do Brasil” para agentes e escrivães

Policiais civis manifestaram hoje (26) por causa do salário oferecido de R$1.5 mil | Foto: Reprodução
Policiais civis manifestaram hoje (26) por causa do salário oferecido de R$1.5 mil | Foto: Reprodução

Um grupo de policiais civis do Estado de Goiás fez na manhã de hoje (26) uma manifestação contra o salário baixo. De acordo com eles, é o “pior salário do Brasil”.

Os policiais civis ganham R$1.5 mil por mês. Os manifestantes se concentraram em frente ao coreto da Praça Cívica, no Centro da capital.

Muitos vestiram preto em luto pelo descaso da segurança pública do Estado. Com o tema “A Segurança Pública está de luto contra o pior salário do Brasil”, os manifestantes ainda encobriram de preto o monumento das Três Raças. Eles então desceram a Avenida Goiás e cobriram parte da estátua do Bandeirante.

O edital estava marcado para sair na última sexta-feira (22). No entanto, ele acabou sendo adiado pelo governo e não há previsão de uma nova data de lançamento. O Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Goiás (Sinpol-GO) manteve a data do protesto mesmo com adiamento do edital.

LEIA MAIS: Uber aceitará pagamento em dinheiro em Goiânia

Chamar atenção

De acordo com o Sinpol, o salário de R$1.5 mil sofre descontos legais e mal chega aos R$1.2 mil. “Queremos chamar a atenção da sociedade para a gravidade da situação”, afirmou o presidente do Sinpol, Paulo Sérgio Alves de Araújo.

Para pagar esse salário, o governo de Goiás precisou enviar um projeto de lei à Assembléia Legislativa a fim de criar o cargo de agente e escrivão substituto.

A Confederação Brasileira dos Trabalhadores Policiais Civis (Cobrapol) também esteve na manifestação e moveu uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) contra o Projeto.

“Realizar concurso público que busca pagar ao policial civil o subsídio de R$ 1,5 mil é uma afronta e uma desmoralização dos profissionais das forças de Segurança Pública”, disse Jânio Bosco Gandra, presidente da Cobrapol.

Comentários do Facebook