DNA confirma e homem é preso por estuprar e engravidar sobrinha deficiente mental

Homem foi preso em Itumbiara após teste de DNA | Foto: Divulgação/ Polícia Civil
Homem foi preso em Itumbiara após teste de DNA | Foto: Divulgação/ Polícia Civil

A Polícia Civil prendeu nesta quinta-feira, 6, um homem de 50 anos suspeito de estuprar e engravidar a própria prima de 12 anos e deficiente mental em Itumbiara. Os crimes teriam sido cometidos várias vezes ao longo do ano passado.

De acordo com a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), um exame de DNA comprovou que o homem é pai da criança. Os pais da vítima procuraram a delegacia no final de 2016, assim que descobriram a gravidez. Devido à deficiência, ela não conseguiu apontar o estuprador.

Segundo a delegada responsável pelo caso, Yvve de Melo Rocha, o homem confessou em depoimento ter praticado atos libidinosos com a garota, mas negou que tenha havido relação sexual e forneceu o material genético para exame de DNA.

LEIA MAIS: ‘Segurei ele e joguei álcool’, diz mãe sobre homicídio do próprio filho em Piranhas

A investigação acredita que os abusos tenham ocorrido repetidamente na casa da vítima nos momentos em que ela estava sozinha na residência, já que o suspeito mora na mesma rua.

Com mandado de prisão preventiva expedido, ele está detido no Unidade Prisional Sarandi e segue à disposição da Justiça.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter

Comentários do Facebook