Mais de 1,1 mil presos são transferidos de presídio em Aparecida de Goiânia

Durante a operação foram apreendidos, em poder dos detentos, cerca de R$ 140 mil em espécie, além de dezenas de celulares e chips

Ação contou com participação das polícias Civil, Militar, Penal, Técnico-científica, Rodoviária Federal, além do Corpo de Bombeiros | Foto: divulgação

Operação Kaizen*: 1.133 detentos da Penitenciária Odenir Guimarães (POG), localizada no complexo prisional de Aparecida de Goiânia, foram transferidos para realização de obras na unidade.

A transferência foi realizada neste sábado, 5.

Ação contou com participação das polícias Civil, Militar, Penal, Técnico-científica, Rodoviária Federal, além do Corpo de Bombeiros.

O remanejamento teve como objetivo desocupação de área para reforma das instalações, além de ampliar condições de procedimentos de segurança e controle da unidade, que foi construída em 1960.

Operação iniciada neste sábado deverá continuar nos próximos dias | Foto: divulgação

As intervenções serão feitas nos telhados, na rede elétrica e hidráulica, além da estrutura arquitetônica do presídio.

A previsão, segundo o governo goiano, é de que as obras, que vão iniciar nesta 2ª feira (7), gerem economia mensal de 30% nos gastos com a unidade.

O local para onde os presos foram transferidos não foi revelado.

Denúncias de conflitos entre presos

O secretário de Segurança Pública Rodney Miranda explicou que a operação iniciada neste sábado deverá continuar nos próximos dias.

Além da transferência, será realizada ampla vistoria na penitenciária com objetivo de apurar denúncias de entrada de objetos ilícitos dentro da unidade.

“Recebemos denúncias de que poderia haver conflito entre esses presos, por isso a necessidade de espalhá-los por diversas unidades. Inclusive com ameaças de morte. Essa operação não acaba hoje, a gente vai passar os próximos dias fazendo revista completa, porque temos notícias de que pode haver armas de fogo nessa unidade”, detalha o secretário.

Cerca de R$ 140 mil em espécie foram apreendidos durante a operação | Foto: divulgação

Durante a operação foram apreendidos, em poder dos detentos, cerca de R$ 140 mil em espécie, além de dezenas de celulares e chips.

“Logicamente que esse dinheiro, esses celulares e se porventura houver armas encontradas, tudo isso vai ser objeto de apuração, até pra saber como entraram”, explicou o secretário.

Operação Kaizen*

Kaizen é uma palavra de origem japonesa. Ela significa a busca contínua dos processos de engenharia e gestão.

Quando aplicada como referência ao local de trabalho, diz respeito a atividades que melhorem continuamente todas as funções.


Acompanhe tudo que acontece em Aparecida de Goiânia seguindo a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook