Goiás lidera geração de empregos no Centro-Oeste
Goiás lidera geração de empregos no Centro-Oeste | Foto: Marcello Casal jr/Agência Brasil

Goiás foi o 1º Estado do Centro-Oeste no ranking de geração de empregos de janeiro a novembro de 2020.

De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nessa 4ª feira (23), foram 6.413 novos empregos no mês passado.

O saldo positivo é resultado do total de admissões e desligamentos do período.

Já no acumulado de janeiro a novembro, Goiás apresentou saldo de 28.200 empregos, ficando à frente de Mato Grosso (26.311), Mato Grosso do Sul (16.511) e Distrito Federal (-10.222).

Pelas redes sociais o governador Ronaldo Caiado comemorou o resultado:

“Mesmo com a pandemia somos destaque pela 5ª vez consecutiva na geração de emprego e renda no Centro-Oeste. Tudo isso se deve a uma gestão séria e comprometida.”

Recuperação

Com os números registrados em novembro, o Estado recupera os empregos perdidos nos meses mais críticos da pandemia – março, abril e maio –, quando sofreu queda de 30.211 vagas.

Somente a soma dos saldos positivos alcançados nos meses de junho a novembro atinge a marca de 28.200 empregos, número que coloca Goiás na 6ª posição nacional, ficando atrás de Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Pará e Minas Gerais.

Ainda conforme aponta o Caged, a indústria de Goiás segue puxando a recuperação da economia e gerando emprego, com saldo de 11.258 postos.

Na 2ª posição por setor aparece a construção civil, com 9.190 vagas de empregos criadas nesse período, seguida pela agropecuária, com 3.760 novas vagas.

Os setores de comércio e de serviços finalmente apresentaram dados positivos, 3.537 e 455, respectivamente.

Detran libera lista com 1,6 mil aprovados para obter CNH de graça


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook