Uma funcionária do Governo de Goiás está entre os casos confirmados de coronavírus em Goiânia.

Ela trabalha na Secretaria de Estado de Administração (Sead), lotada no 7º andar do Palácio Pedro Ludovico Teixeira.

Segundo fontes internas do governo, a servidora havia retornado de viagem à Europa quando apresentou os primeiros sintomas. Ao desembarcar, ela procurou o Hospital de Doenças Tropicais (HDT) para os primeiros atendimentos.

Orientada pelo seu companheiro, que é médico, ela não foi trabalhar desde que chegou a Goiânia e permanece em isolamento dentro de casa, cumprindo quarentena.

A Sead esclarece que não há qualquer motivo para preocupação, considerando que a servidora não retornou ao trabalho em momento algum após a sua viagem.

Goiânia fechará comércio e estuda suspender vôos e ônibus


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook