Obra do BRT de Goiânia deve ficar pronta até o fim de 2016

O BRT está orçado em R$ 340 milhões / Foto: Divulgação
O BRT está orçado em R$ 340 milhões / Foto: Divulgação

A presidenta Dilma Rousseff e o prefeito Paulo Garcia assinaram nesta quinta-feira (19), a ordem de serviço para a construção do Transporte Rápido de Ônibus (BRT) da região metropolitana de Goiânia, sistema que beneficiará 120 mil passageiros por dia. Dilma aproveitou a cerimônia para anunciar a retomada, em 6 de abril, das obras de reforma da pista e do pátio de aeronaves do aeroporto local​​, interrompidas em 2007. ​ ​​​

O BRT está orçado em R$ 340 milhões e deve ficar pronto até o fim de 2016 – as empresas terão 30 dias para iniciar as obras depois de receber a ordem de serviço. O projeto prevê R$ 210 milhões do PAC da Mobilidade, dinheiro que será repassado pela CAIXA. O valor restante será a contrapartida do município.

“Um transporte rápido significa que você domina o seu tempo, que pode usá-lo para cultura e lazer ou para ficar com a sua família, mas, sobretudo, é um controle que cada cidadão e cada cidadã tem”, afirmou a presidenta Dilma.
O projeto prevê um corredor exclusivo de ônibus com 21,8 quilômetros de extensão, que ligará as regiões Norte e Sul de Goiânia. Por ele circularão 28 veículos articulados e 65 convencionais. O novo sistema de transporte coletivo englobará seis terminais de integração, três novos (Correios, Rodoviária e Perimetral), dois reconstruídos (Isidória e Recanto do Bosque) e um adaptado (Cruzeiro), além de 39 estações. Apenas nas 17 principais vias de Goiânia que serão percorridas pelo BRT, o volume de passageiros deve superar ​as 15 mil pessoas nos horários de pico. ​

Aeroporto

​Sobre o aeroporto de Goiânia, que movimentou 3,4 milhões de passageiros em 2014, Dilma afirmou que tanto as obras a serem retomadas quanto o novo terminal de passageiros, em execução, devem ficar prontos em novembro. “Nós vamos fazer tudo para que Goiânia tenha um aeroporto condizente com o dinamismo desse Estado. Nós vamos fazer tudo para isso”, assegurou a presidenta.

Agência Caixa de Notícias

Comentários do Facebook