Prefeito de Firminópolis é acusado de estelionato e desvio de verba pública. Político teria feito montagem em foto para justificar verba recebida

Painel de LED foi inserido na foto por meio de montagem
Painel de LED foi inserido na foto por meio de montagem

A Polícia Federal (PF) indiciou por estelionato e desvio de verba pública o prefeito de Firminópolis, Leonardo de Oliveira Brito, do PTB. O motivo seria uma verba recebida para a instalação de um painel de LED no réveillon de 2012 e o aparelho nunca foi usado.

Segundo o delegado regional executivo da PF, André Viana, um laudo foi realizado para comprovar a utilização do dinheiro disponibilizado Ministério do Turismo (MTur). O que se verificou é que o prefeito adulterou as fotografias enviadas ao ministério e inseriu o painel de LED ao fundo da imagem.

Também foi indiciado um empresário de Anápolis, cujo nome não foi divulgado. Responsável como dono da única empresa que concorreu a licitação para alugar o equipamento, ele foi acusado por falsidade ideológica. No endereço da empresa do indiciado há somente uma lan house.

LEIA MAIS: Iris continua no muro e não diz se será candidato a prefeito

Suspeita

O investigados do MTur teria suspeitado das imagens assim que o prefeito Leonardo de Oliveira as enviou. Segundo ele, logo solicitou o auxílio da PF para verificar se havia fraude. Depois do pedido, uma perícia foi realizada nas fotos e constatou-se a montagem.

A PF cumpriu mandados de busca e apreensão na Secretaria de Aministração de Firminópolis, em escritório de contabilidade em Anápolis (que mantinha documentos da companhia de fachada) e na lan house. Segundo o delegado, outros crimes serão apurados com base nas apreensões, além de se verificar o envolvimento de outras pessoas.

Tanto o empresário de Anápolis, quanto o prefeito foram levados a sede da Polícia Federal, em Goiânia. Leonardo de Oliveira ficou em silêncio e deixou claro que só manifestará por meio de seus advogados. Eles não foram presos, mas até o fim do processo podem ser detidos.

Comentários do Facebook