Presidência: Araújo não agrada os vereadores

Tarefa para o próximo ocupante do cargo não será fácil. Confira os bastidores das articulações

Blog do Coelho

Às vésperas da eleição para a Presidência da Câmara de Aparecida, muito se fala, nos bastidores, que o vereador Aldivo Araújo (MDB) teria a preferência do prefeito Gustavo Mendanha (MDB).

Será?

Até agora, não passam de rumores, já que o prefeito nunca se pronunciou publicamente sobre o assunto.

E a verdade é que o nome de Araújo não agrada os vereadores da base.

Aldivo Araújo
Aldivo Araújo | Foto: Reprodução

Apesar de possuir a experiência de já ter presidido a Casa, tudo indica que sua gestão não traria nenhuma independência para o Legislativo.

É evidente que nenhum vereador dá mostras de que fará oposição a Gustavo, que se reelegeu com 95% dos votos e terá somente 1 partido fora do seu grupo com representação na Câmara.

Mas o que se fala, entre os analistas mais inteirados do assunto, é que a presidência de Araújo seria apenas “carimbadora” dos projetos do Executivo.

Concorrência

Correndo por fora, também são cotados para o cargo os emedebistas André Fortaleza (3.702 votos), Valéria Pettersen (2.523 votos) e Isaac Martins (2.390 votos), além de Roberto Chaveiro (PODE) (1.161 votos).

André Fortaleza
André Fortaleza | Foto: Folha Z

O mais votado, André tem 2 características importantes para notar: é muito próximo do deputado federal Professor Alcides (PP) e agrada o núcleo duro da gestão Mendanha.

Valéria Pettersen
Valéria Pettersen | Foto: Reprodução

Já Valéria se beneficia pela experiência como gestora (foi secretária de Gustavo e Maguito Vilela).

Isaac Martins
Isaac Martins | Foto: Câmara de Aparecida

Isaac, por sua vez, aposta no bom trânsito que mantém entre os colegas e com os secretários municipais.

Roberto Chaveiro
Vereador Roberto Chaveiro | Foto: Divulgação

Por fim, Chaveiro é a maior novidade no páreo e tem articulado muito em torno do seu nome.

Câmara precisa de pulso firme

De acordo com a análise deste Blog, a Câmara de Aparecida precisa de um presidente que tenha pensamento mais crítico a partir de 2021.

Alguém que defenda a independência dos parlamentares e contribua para estimular o respeito ao Legislativo entre a população.

A tarefa não é fácil.

Em pesquisa encomendada pela Folha Z ao Instituto Verus em 2019, a Câmara obteve nota de 5,7 entre os aparecidenses; avaliação pior do que a do STF, por exemplo.

Mas isso não significa que o presidente deve fazer oposição ao prefeito.

Na verdade, o que se espera dele é mais questionamento, mais estudo dos projetos apresentados e mais debate de propostas.

Por outro lado, o próximo presidente da Casa precisará se manter firme na defesa dos interesses da cidade também.

Isso porque, caso Gustavo decida disputar o Governo de Goiás em 2022, 95% dos eleitores do município ficarão órfãos de liderança.

Gleison Flávio já escolheu novo presidente da Câmara


Quer receber notícias dos bastidores da política de Aparecida? NOSSO NÚMERO MUDOU!

Você está convidado a fazer parte de um grupo altamente bem informado sobre os rumos da cidade!

Mande uma mensagem para o Whatsapp da Folha Z e se cadastre para ter as matérias especiais da Folha Z direto do seu celular!

É só adicionar o telefone do jornal à sua agenda e mandar o seu nome e a seguinte mensagem: “quero notícias da política de Aparecida”.

Comentários do Facebook