Vanilson Bueno e Tatá Teixeira | Foto: Reprodução
Vanilson Bueno e Tatá Teixeira | Foto: Reprodução

Divergências dentro do grupo do secretário de Articulação Política de Aparecida, Tatá Teixeira, têm colocado em atrito figuras importantes da base do prefeito Gustavo Mendanha.

De uma lado está o presidente do PSDB e secretário municipal de Ação Integrada Vanilson Bueno.

De outro, o presidente do PSD, Divino Ajax.

De acordo com fontes próximas ao Paço, tudo começou quando Tatá decidiu que trabalharia para viabilizar a campanha de Vanilson à Assembleia no ano que vem.

A postura independente do tucano, porém, não agradou Tatá, que buscava alguém mais maleável às instruções das lideranças regionais.

O secretário de Articulação, então, decidiu abandonar a ideia e hipotecar seu apoio a Ajax.

Agora, os 2 articulam candidaturas separadas.

Até mesmo cartazes e outdoors com mensagens dos “pré-candidatos” para a população já podem ser observados pela cidade.

Nos bastidores, fala-se que Tatá, inclusive, estaria articulando para tentar enfraquecer a pré-campanha de Vanilson

Marconi

Por outro lado, os desentendimentos também trouxeram consequências negativas para Tatá, que tinha muita influência sobre o PSDB Aparecida devido ao seu acesso ao ex-governador Marconi Perillo.

Com o racha, peessedebistas como Vanilson e o vereador Diony Nery passaram a tratar suas demandas diretamente com o mandatário tucano.

Nery chegou a reclamar que não está satisfeito com os rumos do partido em Aparecida.

Fortaleza não descarta disputa como deputado em 2022


Quer receber notícias dos bastidores da política de Aparecida? NOSSO NÚMERO MUDOU!

Você está convidado a fazer parte de um grupo altamente bem informado sobre os rumos da cidade!

Basta clicar aqui para ter as matérias especiais da Folha Z direto do seu celular!

Comentários do Facebook