BR-153 | Foto: Divulgação /DNIT
BR-153 | Foto: Divulgação /DNIT

Trecho da BR-153 entre Anápolis e Aliança do Tocantins-TO foi arrematado em leilão pelo Consórcio Eco 153, formado pela GLP e o Grupo EcoRodovias.

Pelo contrato de 35 anos, as empresas pagarão R$ 320 milhões.

A concessão também inclui a BR-414 e a BR-080.

Esse sistema rodoviário compreende 850,7 quilômetros de extensão é a principal ligação dos Estados do Tocantins, do Maranhão, do Pará e do Amapá com o Centro-Sul do país.

Investimentos

Segundo as regras pactuadas, o consórcio deverá investir R$ 14 bilhões ao longo dos 35 anos de exploração das vias, somando investimentos e custos operacionais.

Entre os beneficiamentos demandados está a duplicação da BR-153 no trecho arrematado.

“Os investimentos que serão feitos são muito importantes em duplicação, em segurança, em tecnologia. A gente vai estar melhorando o nível de serviço em uma rodovia que é superimportante para o agronegócio, que vai crescer cada vez mais naquela região”, destacou o ministro da Infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas.

Governo vai investir R$ 12 milhões em sinalização viária nos municípios goianos


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook