Diretor de instituição de ensino em Goiânia é preso por aplicar golpes em alunos

O Folha Z não conseguiu falar com o advogado de defesa de Wilson José / Foto: reprodução PC
O Folha Z não conseguiu falar com o advogado de defesa de Wilson José / Foto: reprodução PC

O diretor administrativo da Instituição de Ensino Superior Millennium de Educação e Cultura, popularmente conhecida como IMEC, Wilson José de Araújo, foi preso no final da tarde desta quarta-feira, 20. A Polícia Civil indiciará o mesmo por prática de estelionato. A escola fica localizada na Avenida Tocantins, no Centro de Goiânia.

Título de bacharelado

De acordo com a polícia, o IMEC oferecia cursos de complementação em graduação para licenciados em Pedagogia e Educação Física. No final do curso, o aluno receberia título de bacharelado, por meio de convênio com universidades em outras Estados.

Alunos, após a conclusão do curso, foram impedidos de exercer a profissão pelos conselhos de classe. Buscaram uma solução com a direção do IMEC, não tiveram êxito e procuraram Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Consumidor (Decon).

LEIA MAIS: Vilanovense sai do coma e não acredita no que lê

A Polícia Civil iniciou investigação e constatou que as universidades “supostamente” conveniadas não possuíam parceria com o IMEC. Praticamente todas desconheciam a instituição de ensino, em Goiânia.

Além do indiciamento, a Polícia Civil solicitou ao judiciário outras medidas cautelares para impedir o funcionamento da instituição até o encerramento do processo. O Folha Z tentou contato com a defesa de Wilson José, mas não obteve retorno.

Comentários do Facebook