Henry Borel e Monique Medeiros | Foto: Reprodução
Henry Borel e Monique Medeiros | Foto: Reprodução

Mãe do menino Henry Borel, Monique Medeiros ficará em isolamento na cadeia.

Ela e o namorado, Dr. Jairinho, foram presos preventivamente na 5ª feira (8) como principais suspeitos da morte do garoto.

Mesmo após cumprir a quarentena de 14 dias, parte do protocolo de covid-19, Monique continuará separada das outras presas.

De acordo com informações da imprensa carioca, houve atritos entre ela e as detentas do Instituto Penal Ismael Sirieiro, em Niterói (RJ).

Veja como é a cela:

Cela em que Monique Medeiros está detida em Niterói (RJ) | Foto: Reprodução
Cela em que Monique Medeiros está detida em Niterói (RJ) | Foto: Reprodução

Investigação

O casal deve ser indiciado por homicídio duplamente qualificado e tortura.

Presos, eles negam o crime, apontando a versão de que o menino tenha se machucado por acidente.

Caso Henry: Babá relatou à mãe em tempo real rasteiras, chutes e medo da criança


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook