Mãe de Henry tirou selfie antes de prestar depoimento sobre morte do filho

Ela teria ido à delegacia para prestar depoimento sobre morte de Henry, de 4 anos

Monica tirou selfie sorrindo na delegacia em que prestou depoimento sobre morte do filho, Henry | Foto: Reprodução

Ao comparecer na 16ª DP, na Barra da Tijuca, a mãe de Henry Borel, Monique Medeiros, tirou uma selfie sorrindo.

Ela teria ido à delegacia prestar depoimento 9 dias após a morte do filho de 4 anos.

Na foto, Monique aparece com os pés em cima da cadeira e sorrindo.

Em seu depoimento, ela não contou aos policiais que Henry era torturado pelo padrasto, o vereador Dr. Jairinho.

Monique e Jairinho foram presos na última 5ª feira (8) por obstrução das investigações da morte da criança.

Apurações policiais teriam indicado que a babá já teria avisado Monique por mensagens de celular das agressões do vereador contra Henry.

A mãe também teria ido ao salão de beleza e gastado R$240 com procedimentos um dia após o enterro do menino.

Segundo o delegado à frente do caso, Henrique Damasceno, não há menor dúvida que a mãe e o padrasto tenham causado a morte da criança.

Ele afirmou que o casal será indiciado por homicídio duplamente qualificado, com emprego de tortura e sem chances de defesa da vítima.

Comentários do Facebook