Assembleia do Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Único de Saúde de Goiás (Sindsaúde-GO) realizada em Aparecida de Goiânia | Foto: Divulgação
Assembleia do Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Único de Saúde de Goiás (Sindsaúde-GO) realizada em Aparecida de Goiânia | Foto: Divulgação

O Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Único de Saúde de Goiás (Sindsaúde-GO) decidiu em assembleia paralisar parcialmente o atendimento nas unidades de saúde de Aparecida de Goiânia na próxima 2ª feira (24).

De acordo com o sindicato, uma reunião entre a Procuradoria Geral e representantes da categoria, que estava para 4ª (19), foi cancelada pela prefeitura.

Diante disso, após assembleia dos trabalhadores na 5ª (20), decidiu-se pela paralisação.

O ato acontecerá das 9h às 12h e os servidores se concentrarão em frente ao Centro de Atenção Integrada à Saúde Nova Era, localizado próximo ao Terminal Cruzeiro.

Reivindicações

De acordo com o Sindisaúde, os trabalhadores demandam o pagamento da data-base de 2020 e 2021, a progressão de carreira, o piso salarial dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e de Endemias (ACE), o acréscimo no Adicional de Insalubridade, a proporcionalidade salarial entre níveis e a instituição do plano de carreira para motorista de ambulância e servidores administrativos.

O sindicato também reivindica o pagamento do auxilio emergencial dos trabalhadores credenciados que adoeceram devido ao covid-19 e a realização de concurso público para suprir o déficit de profissionais no município.

Os trabalhadores também reivindicam a alteração do Adicional de Insalubridade, pois atualmente o Município tem pago 10, 20 e 30%, sendo que a Norma Regulamentadora Nº 15 prevê o grau máximo de 40%.

Resposta

Por meio de nota, a Secretaria Municipal de Saúde informou que está cumprindo o Plano de Cargos e Salários dos servidores.

Além disso, a pasta reforça que tem mantido “uma agenda de reuniões com representantes da Secretaria da Fazenda e das categorias de profissionais da pasta para discutir as demandas”.

Leia:

“A Secretaria de Saúde de Aparecida de Goiânia esclarece que o atual Plano de Cargos e Salários da pasta está em conformidade com a legislação e com os acordos coletivos vigentes. Informa que já iniciou os trabalhos de reavaliação do plano, realizado juntamente com os representantes sindicais.

A Secretaria informa ainda que tem mantido uma agenda de reuniões com representantes da Secretaria da Fazenda e das categorias de profissionais da pasta para discutir as demandas dos servidores, tais como piso salarial, data-base e progressão de carreira.

A pasta esclarece por fim que em 2020 não foi possível realizar a correção da data-base em virtude da Lei Federal n° 173/2020.”

Prefeitura convoca mais 35 sorteados para apartamentos do Residencial Agenor Modesto


Acompanhe tudo que acontece em Aparecida de Goiânia seguindo a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook