Soldado Walisson Miranda Costa | Foto: Reprodução
Soldado Walisson Miranda Costa | Foto: Reprodução

Walisson Miranda Costa foi promovido a cabo nessa 3ª feira (15).

O então soldado tinha 28 anos quando foi morto por um único tiro fatal na cabeça no dia 22 de setembro de 2019.

Pouco mais de 1 ano depois, sua promoção “post mortem” foi autorizada pelo comandante do 2º CRPM, coronel Castilho.

Segundo os ordenamentos que regem a carreira da Polícia Militar de Goiás, o ato “visa expressar o reconhecimento do Estado ao militar falecido no cumprimento do dever ou em sua conseqüência, ou ainda, reconhecer o seu direito à promoção, que não tenha se efetivado por motivo do óbito”.

1 ano sem o soldado Walisson: investigação avançou para outro Estado


Acompanhe tudo que acontece em Aparecida de Goiânia seguindo a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook